sexta-feira, 25 de maio de 2018

GUILHERME LANDIM DEFENDE CANDIDATURA CIRO GOMES E MUDANÇAS PROFUNDAS NO BRASIL ATUAL

O pré-candidato a deputado estadual Guilherme Landim (PDT)  avalia que o Brasil passa por um período terrível. segundo o ex-prefeito de Brejo Santo o atual governo do presidente Temer vem precarizando vários setores da vida da população brasileiro, em especial prejudicando a economia e os programas sociais.

Para Guilherme a saída seria que os setores progressistas saiam unidos nas eleições de outubro deste ano para mudar a lógica do Estado brasileiro e da política. Para ele, é possível uma união entre os partidos progressistas como o PDT, o PT, o PC do B e outras legendas em busca de um programa que tire o Brasil da atual situação.

“Acho que é possível sim a unidade das esquerdas para que a gente possa garantir as riquezas nacionais e os direitos do povo brasileiro”, afirmou.
Para Guilherme é importante que os governos invistam nas grandes empresas, em financiamento para grandes projetos e obras publicas, mas não pode deixar de garantir os direitos dos trabalhadores.

Guilherme que já foi prefeito de Brejo Santo diz que um dos principais problemas a serem enfrentados pelos rpefeitos de todo o Brasil será a drástica redução dos gastos públicos com educação e saúde. ele acredita que ainda este ano os prefeitos terão enorme dificuldade em gerenciar esses dois setores pois vai faltar dinheiro.

Para ele, a chamada PEC do Teto dos Gastos aprofundou as dificuldades dos gestores nas cidades em gerenciar a saúde e educação publicas. “Depois de cumprido o orçamento e ter sido gasto o dinheiro é claro que vai faltar recursos para a  saúde e educação e isso vai prejudicar a população”, afirmou lembrando que tem que ser encontrado um caminho para que haja aumento dos investimentos em programas sociais, e em áreas como saúde e educação da população.

Guilherme acredita que a eleição de Ciro Gomes é importante para o Brasil e para o Ceará e defendeu que seu vice seja do PT para que juntos os setores progressistas, de centro e de esquerda possam retomar os destinos do Brasil  dar prioridade para os problemas reais vividos atualmente pela população como o desemprego, por exemplo.

Fonte: Leia Sempre

Nenhum comentário:

Postar um comentário